A Dieta que ajuda a controlar a Diabetes

Por outubro 15, 2018Artigos
Dr Joao Mesquita Clinica Lotus df Clinica lotus BSB Sudoeste Endocrinologia Endocrinologista Nutricao Nutricionista Cardiologia Cardiologista Ginecologia Ginecologista Obstetra Obstetrícia

Dr. João Mesquita

Médico

Dieta Low Carb Ajuda a Controlar a Diabetes.

Você pode se surpreender ao saber que a dieta low carb é uma aliada no tratamento da diabetes. Estamos falando de uma alimentação pobre em carboidratos, que por este motivo, tem predomínio de gorduras boas, com uma quantidade moderada de proteína. A restrição de carboidratos está associada à perda de peso e melhoria dos níveis de açúcar no sangue.

De acordo com a Associação Americana do Diabetes (ADA) e a Associação Europeia (EASD), existem diversas opções dietéticas que oferecem bons resultados para a diabetes tipo 2.

Porém, a dieta low carb ainda é a mais eficiente. Isso porque ajuda a reduzir a entrada de glicose no sangue.

Com Funciona a Dieta Low Carb

O carboidrato e a gordura são as nossas fontes de energia para o corpo. Ao seguir uma dieta muito baixa em carboidratos, o corpo passa a queimar gordura armazenada para obter energia. Quando a dieta Low Carb é muito baixa em carboidratos, o corpo pode entrar em estado de cetose, e com isso há uma diminuição da fome e uma maior saciedade depois de comer, resultando em perda de peso. No entanto, não há necessidade de entrar em cetose para que haja perda de peso.

A Dieta Low Carb Ajuda a Controlar a Diabetes

Antes da descoberta da terapia com insulina e medicamentos orais no início da década de 1920, a dieta do tipo low carb era usada por pessoas com diabetes.

Alguns especialistas defendem uma severa dieta low carb. Por outro lado, há quem defenda quantidades maiores, por questões de saúde.

No entanto, há inúmeras evidências quemostram os benefícios e a segurança da restrição de carboidratos em pessoas com diabetes.

Desde 2013, ocorreram grandes estudos mostrando os benefícios da dieta low carb para diabéticos. Agora, há um consenso internacional sobre a eficiência da diminuição de carboidratos na alimentação para garantir melhores níveis de açúcar no sangue.

Assim, nesse mês, a revista Diabetes Care publicou que a dieta low carb pode ser usada como opção no controle do diabetes. Sem ressalvas, a publicação aponta que esse método não tem efeitos colaterais.
Estudos demonstram a eficácia da dieta low carb para diabéticos.

Em um estudo realizado em 2016, os pesquisadores avaliaram a segurança a curto prazo e tolerância de pacientes diabéticos a uma dieta com baixos níveis de carboidrato. A quantidade usada foi menor que 50 g de carboidratos por dia em pessoas com diabetes tipo 2.

Os participantes do estudo foram aleatoriamente escolhidos para fazer a dieta low carb. Depois dessa fase, as pessoas foram avaliadas por médicos e nutricionistas. Os participantes também receberam aconselhamento individual para melhorarem seu estilo de vida e modificarem seus hábitos alimentares.

Além disso, foram estimulados a praticar exercícios físicos. No final do estudo foi comprovado que a dieta lowcarb ajuda na redução do peso corporal e melhora o controle do açúcar no sangue, diferente das dietas tradicionais de baixa caloria.

Médicos recomendam a dieta low carb para diabéticos

Cada vez mais médicos estão recomendando uma dieta com baixo teor de carboidratos para controlar os níveis de açúcar no sangue. A maioria das pesquisas disponíveis sobre dietas pobres em carboidratos são feita em pessoas com diabetes tipo 2.

No entanto, há um número crescente de pacientes com diabetes tipo 1 que estão aderindo a essa dieta e tendo bons resultados. Recentemente foi feito um estudo que orientou pessoas com diabetes tipo 1 a manterem uma dieta com 70 a 90 g de carboidratos por dia, por até quatro anos.

No final, foi constatada uma diminuição significativa na HbA1c e nos episódios de hipoglicemia, bem como melhora nos perfis lipídicos.

Conclusão

Ao consumir um alimento rico em carboidrato, há um aumento da glicose sanguínea, e o que queremos no diabetes é que essa glicose diminua, logo a maneira ideal de se alimentar é com restrição de carboidratos. No entanto, o planejamento das refeições deve ser individualizado para funcionar conforme o perfil de cada paciente.

A quantidade e o tipo de carboidrato nos alimentos influenciam nos níveis de glicose no sangue. Portanto, a quantidade total de carboidratos ingeridos é o principal fator de controle da glicemia.
Antes de tentar seguir uma dieta low carb, você deve falar com seu médico. Talvez seja necessário ajustar as aplicações de insulina ou dos medicamentos orais. Portanto, antes de reduzir sua ingestão de carboidratos procure orientação profissional.